sábado, 4 de junho de 2016

A empulhação neoliberal

Ronald Reagan e Margaret Thatcher
O neoliberalismo só acumula fracassos. Beneficia apenas um pequeno percentual de privilegiados. O chamado 1% do topo da pirâmide econômica. Jornalistas e economistas ortodoxos ainda mantêm seus discursos neoliberais apenas para beneficiar os setores que os patrocinam e lhes conferem reputação no bem remunerado mercado das ideologias econômicas. Sobretudo o capital financeiro, que patrocina universidade e 'think tanks', financia pesquisas acadêmicas e compra literalmente jornalistas (de)formadores de opinião. Nada corrobora as teses defendidas por esses funcionários de luxo da ortodoxia neoliberal. Nem a coerência interna de suas teorias, nem as provas empíricas. Trata-se de má-fé. Desonestidade intelectual. Empulhação. Austeridade é uma perversidade. Só traz malefícios. Impõe sacrifícios desnecessários à população, sobretudo às classes mais desfavorecidas. Inibe a atividade econômica. Contribui para recessões e crises sistêmicas. Acentua a concentração da renda e da riqueza. Torna os pobres mais pobres. Os ricos mais ricos. O mundo cada vez mais miserável. E todos sabemos. Até o FMI.