sexta-feira, 20 de maio de 2016

A história do mundo é a história da opressão

Marx escreveu que a história do mundo é a história da luta de classes. Mas me parece que as lutas têm sido uma exceção histórica. A regra não é a luta, mas a opressão unilateral. Desigual. Brutal. Até o limite do esgotamento das forças oprimidas. Para lutar é preciso de um mínimo vital. O papel dos opressores têm sido o de esvaziar os dominados até o ponto da quase total falta de recursos. Materiais, físicos, mentais e emocionais. E assim a caminha a dominação. Eficaz e eficientemente.