quarta-feira, 23 de março de 2016

Claro como a luz do sol do meio-dia

Uma das características da inteligência humana envolve a capacidade de perceber e fazer distinções nas intenções e motivações das outras pessoas. Quando uma lista contém nome de gente de todos os partidos, inclusive dos principais líderes da oposição, e nenhuma citação dos nomes de Lula e Dilma, essa lista imediatamente deixa de ser de interesse público, não ocupa as manchetes dos jornais e revistas da grande imprensa e, estranhamente, passa a ser protegida por sigilo de justiça em razão de determinação do juiz Moro. O que mais precisa acontecer para que a opinião pública, obcecada e manipulada pelos meios de comunicação de massa, tenha um surto de lucidez e honre minimamente a sua capacidade de inteligência?