domingo, 21 de fevereiro de 2016

Os novos sofistas e suas velhas conversas

O mundo se tornou um grande discurso. A retórica voltou a ser instrumento de poder. Os novos sofistas estão em alta nos meios de comunicação, nas universidades e nas instituições políticas. E como a lógica está em baixa, excluída há muito tempo dos currículos básicos nas escolas, os leitores estão cada vez mais sem ferramentas para se defender dos frágeis discursos manipuladores que proliferam em todas as mídias. Jornalistas, economistas, cientistas políticos e profissionais da política, os expoentes da nova sofística, aproveitam-se da decadência da lógica para impor suas aberrações ideológicas. Profissionais da palavra a serviço de quem paga melhor: as grandes corporações e o capital financeiro. O resto é conversa.