segunda-feira, 18 de maio de 2015

Noticiar ou não noticiar? Eis a questão

The Flower portrait  - William Shakespeare
"Quem estiver entendendo alguma coisa, me diz."
(Marcelo, Ato I da peça Hamlet, de William Shakespeare)

Por que os jornais não noticiam mais o caso SwissLeaks-HSBC e a operação Zelotes? Por que a sociedade não se mobiliza em relação a esses escândalos? A pauta não é relevante? As cifras não são suficientemente altas? Ao contrário da Petrobras, os recursos envolvidos não representam desfalque direto ao Tesouro Nacional? Será que é porque isso não tem o mesmo apelo emocional que a Lava-Jato? Ou é porque a imprensa é parte interessada? Por quê? A Zelotes talvez ainda tenha algum tipo de cobertura por parte da mídia porque existe a possibilidade de envolvimento de agentes públicos no escândalo. Os jornais odeiam tudo que é da esfera da administração pública. Mas tudo indica que a imprensa já desistiu mesmo do caso HSBC-SwissLeaks. E também do escândalo da CBF. Quando o peixe é muito grande, não cabe na rede. Assim como os grandes bancos são grandes demais para quebrar, as grandes fortunas no exterior (não declaradas) são grandes demais e envolvem gente importante demais para serem investigadas. A sociedade civil não se revolta. Não se mobiliza. Escândalos do setor privado não causam comoção. Afinal, somos todos pessoas de bem. Integrantes do respeitável setor privado.