sábado, 16 de maio de 2015

Privatizar o privado

Algumas pessoas nas redes sociais andam pedindo a privatização da Camargo Corrêa, OAS e Odebrecht para moralizar o setor da construção civil. As empreiteiras envolvidas em corrupção nunca foram estatais. São empresas privadas, desde sua origem. Esse é um bom exemplo de como a grande imprensa, com seu discurso neoliberal reiterado, lobotomiza o pensamento das pessoas e faz com que o termo privatização adquira o significado de "solução para todos os problemas". Até mesmo para as empresas que já são privadas e nunca foram estatais. É chover no molhado.