segunda-feira, 18 de maio de 2015

café & esperança

tenho pulado almoço
atropelado jantar
sentido sede

tenho andado a pé
tomado chuva
buscado a fé

tenho observado as cores
atravessado as noites
virado os dias

tenho tropeçado em amores
escorregado em paixões
enganado as dores

tenho ignorado o tempo
apressado o vento
desafiado a razão

tenho perdido a mão
achado o sol
estado só

nesses tempos de golpe 
tenho envelhecido demais
vivido de café e esperança
e esquecido até do futebol